2 min de leitura

A industria de sistemas operativos devia estar num frenesim de reacções ao windows vista. Mas a microsoft é detentora da maior fatia possível do mercado e como alternativas ao Vista só mesmo o OS X (que não corre em pc) e Linux.

Por seu lado, a comunidade de utilizadores mais informados, já se manifestou com uma opinião bastante clara: o vista não faz nada que o Windows XP não faça. Além disso o preço é proibitivo, não só o da licença do Vista, como também o custo de actualizar o computador para tirar partido do Aero.

A Dell chegou-se à frente com computadores equipados com linux. E acho que li algures sobre um computador de baixo custo equipado com Windows Vista.

Agora imaginem o seguinte. Um cliente decide adquirir um portátil ou um computador de secretária e explica ao vendedor que já possui um cd original do windows XP. Ele não pode prescindir do sistema operativo ? E se o fizer, não se devia baixar o preço do pc ? Afinal é mais uma licença do Windows que não será vendida.

Portanto, os vendedores de material informático podem tirar partido dos obstáculos que a Microsoft criou. O mesmo se pode dizer para os adeptos do Linux. A principal queixa de quem queria usar Linux era a falta de controladores para o hardware que já se tinha. Pois bem, agora o windows vista também não traz controladores para todo o tipo de hardware. Da mesma forma é possível preparar distribuições de Linux tão apelativas quanto o Vista. E até mais funcionais.

Isto tudo para explicar que com o preço exagerado e falta de novidades, a Microsoft perdeu a vantagem competitiva. O monopólio ainda existe, mas está frágil. Agora é tudo uma questão de investir nas alternativas e de ensinar os utilizadores mais comuns a usá-las.


Seguir

Coloca o teu email para receber um email semanal com os últimos artigos.