2 min de leitura

A questão aqui é saber se vale a pena manter o anonimato na web. Não no que diz respeito aos sites que visitamos, mas às opiniões que expressamos.

Uma pessoa vale pelas suas ideias e vistas bem as coisas, a web é só uma extensão da sociedade. Na sociedade temos sempre a necessidade de reconhecimento. Queremos que os outros saibam quem somos. Mesmo quando usamos um nick, tentamos que as pessoas o reconheçam e associem a um conjunto de ideias. Ou seja, com um nome ou com um nick, queremos uma reputação.

Aqui entra a noção de credibilidade. Ela só existe quando se defende abertamente uma ideia ou conceito. Quando se dá a cara pelas ideias ou opiniões expressas. No entanto, hoje em dia são comuns os blogs com autores anónimos ou repletos de comentários anónimos.

Compreendo as pessoas que temem represálias e se escondem em pseudónimos quando está em causa expor uma situação que consideram injusta. Mas o que se vê mais são comentários de difamação seguidos por um nick qualquer.

Mas isso requer postura. Não se adopta um nick para difamar alguém sem provas, sem argumentos válidos e sem uma atitude minimamente cívica. Ao usar palavrões para desabafar toda a frustração que possamos ter, perdemos a razão. Nesse caso, o que podia ser uma guerra ganha à partida, torna-se mais um comentário ou artigo sem credibilidade.

Esta foi uma das razões que me levou a registar o domínio com o meu nome. Mas mesmo assim, uso vários nicks, QuietStorm, Double T, SupremeDementia… etc. Quando a credibilidade é um factor, remeto sempre o nick para o meu nome e acrescento o link para o site. É só mais uma escolha pessoal.

Acho que nos tempos que correm já não é tão necessário esconder quem somos. Mas como o assunto é discutível fico à espera do vosso feedback.

Seguir

Coloca o teu email para receber um email semanal com os últimos artigos.