2 min de leitura

O blog do Ministério da Administração Interna tem gerado um burburinho curioso.

Da minha parte acho boa ideia. Parece-me positivo que um organismo do Estado invista em canais de comunicação com o público e se torne mais transparente.

Das reacções que li, a mais curiosa aparece transcrita no blog Galo Verde:

se o Ministro Costa ou o Secretário Ex-PCP Magalhães querem dar a sua opinião sobre todos os assuntos do Céu e da Terra num sítio da net, que o façam – mas não num site do Ministério da Administração Interna pago por mim.

(retirado do http://cl-hammer.blogspot.com/)

Não me parece que a questão do uso de fundos públicos seja sequer relevante. Afinal de contas, um blog “topo de gama” custa quanto ?

O meu custa-me 8€ por ano e 3€ por mês. Isso dá 44€ cada 12 meses, podia ter-me ficado por um alojamento mais fraquinho e só custava  20€ por ano.

E se querem que vos diga, acho que até ficou um blog todo catita… 🙂

O único senão do blog do MAI é algo básico. Não é um blog, é uma coluna. Só merece o nome de blog quando aceitar comentários e começar a participar no diálogo. Até lá é mais um site, que por acaso tem a opinião do Ministério da Administração Interna.

Podem argumentar que é difícil gerir os comentários num blog com o nível de exposição do Nossa Opinião. Sendo assim,  o melhor seria ter escolhido outra via de comunicação.

Os comentários são essenciais por algo muito simples, são eles que trazem dinâmica aos blogs. E se o MAI defende de forma tão clara o seu direito à opinião, então deve defender também a o direito à opinião dos seus visitantes.


Seguir

Coloca o teu email para receber um email semanal com os últimos artigos.