2 min de leitura

Estava a ler um blog através do google reader, e percebi o que devia ter sido óbvio. O blog em causa só envia para o google reader o primeiro parágrafo do post.

Geralmente, quando fazemos isto, incluímos um link que diz qualquer coisa como “ler mais…”. Não é o caso, e eu passava os olhos pelo texto e seguia em frente.

No relações públicas, também houve uma altura em que eu só colocava na feed rss (enviada para o tal google reader) o primeiro parágrafo. Quando pedi feedback aos leitores, o Sérgio Rebelo disse o seguinte:

Acho que os teus artigos puxam os comentários, pelo menos a mim puxam, mas se calhar é porque me OBRIGAS a vir aqui e não me deixas ler o artigo completo no Google Reader (antes era o Bloglines). Pois… isso é o que eu não gosto no teu blog. Não publicas a feed com o artigo completo, mas se calhar resulta, como já disse, em mais comentários.

A ideia era essa, mas o que se passou foi o oposto. Tenho mais comentários e impressões de página agora, porque envio o conteúdo completo para o google reader.

Há casos em que o site nem envia o primeiro parágrafo ao google reader. Em vez disso envia só o titulo do artigo. Um caso curioso, subscrevi há tempos à feed do observatório de imprensa, mas ainda estou para entender a razão de ser daquela feed rss.

Hoje  em dia só vejo duas razões para não enviar o conteúdo completo ao google reader. Ou temos publicidade no site, ou então queremos proteger os artigos do plágio.

Seguir

Coloca o teu email para receber um email semanal com os últimos artigos.