1 min de leitura

Mais precisamente, hoje nas instalações do Holmes Place. Os sócios foram evacuados, as autoridades foram contactadas e passado mais ou menos uma hora tudo estava a voltar à normalidade.

Ninguém entrou em pânico e até gostei de ver a forma como o staff lidou com a situação. Eu estava no ínicio do treino quando tudo começou. Ao chegar cá fora, foram distribuidas toalhas e mantas térmicas, havia kits de primeiros socorros disponíveis caso fosse necessário socorrer alguém e mais tarde distribuíram-se garrafas de água.

Era o suficiente, certo? Mas não ficaram por aqui. No final contactaram todos os sócios por telefone para perguntar se estava tudo bem, se tinham deixado alguma coisa no ginásio e se havia mais alguma coisa a fazer para minimizar o transtorno.

Faz-me pensar quantas organizações incluíram situações de emergência nos planos de Relações Públicas.

Seguir

Coloca o teu email para receber um email semanal com os últimos artigos.