2 min de leitura

…e um erro do autor do Freedomtocopy.

No meio de toda a confusão, Miguel Sousa Tavares (MST) não fez qualquer controlo de danos. Ninguém é perfeito e isso ajusta-se a ele e ao autor do freedomtocopy.

A Arrogância

Foi a imagem que ficou da postura de MST, pela má escolha de palavras e pela atitude de desafio. É normal que ele se sinta atacado e tenha uma postura defensiva, até mesmo de ataque. Mas há formas e meios de defesa mais adequados em casos com este nível de exposição.

O Ataque

Pelo que percebi, MST generalizou o anonimato e a postura do blogger do freedomtocopy. O resultado foi uma vaga de defesa por parte dos bloggers em geral. Se MST tivesse evitado esta generalização e concentrado as criticas ao freedomtocopy, tinha encontrado uma resistência menor à sua defesa. Em vez disso o freedomtocopy foi ganhando eco na blogosfera, que ressoou mais alto quando o blog muda subitamente de dono.

Colocar o processo em tribunal também não deverá ajudar muito. Um blog é comparável à conversa de café. Se me apetecer dizer que o presidente do clube X está a prejudicar a equipa e argumentar essa ideia, não vou ser processado. É uma opinião minha, sou livre de a exprimir e cada um é livre de concordar e discordar.

Neste caso, a falta dele. Teria sido uma boa oportunidade de por à prova um blog … se MST tivesse um. Mas fora da blogosfera, voltamos à postura pouco receptiva, às declarações para os jornais, e à reacção de tudo isso dentro e fora dos blogs.

O autor do freedomtocopy errou de forma mais directa (e assumida diria eu). Optou pelo anonimato e começou pelas acusações. Acredito que teria sido mais eficaz começar pelos argumentos. Também não fez seguimento aos artigos iniciais, se é que teve essa oportunidade.

Gostava de saber se MST tinha outro livro planeado. Porque se tinha, ou tem, os bloggers vão estar muito interessados.

Seguir

Coloca o teu email para receber um email semanal com os últimos artigos.